Legenda da imagem

Adoração e adoradores

­­

­

Imagem Ilustrativa

Muito se ensina sobre adoração em nosso tempo e eu também gostaria de trazer uma breve reflexão a esse respeito. 
Os adoradores, no meu entender, não precisam de um lugar específico para adorar, pois a verdadeira adoração procede de dentro de cada um, de seu espírito: 
 “21 Disse-lhe Jesus: Mulher, podes crer-me que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. (...) 23 Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. 24 Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” (João 4:21-24 RA) 

Pois bem, se a adoração vem do espírito humano, está em nós e não nos locais em que freqüentamos. Por conseqüência, cada um pode buscar sua adoração dentro de si mesmo e expressá-la onde quer que esteja, desde que tenha essa disposição e vontade. 

A adoração também não depende das circunstâncias, de modo que pode fluir até mesmo nas horas de infortúnio. Paulo e Silas, por exemplo, adoraram depois de terem sido humilhados, surrados e lançados na prisão. Ou seja, em circunstâncias e em local que normalmente não remete ninguém à adoração: 

“Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam.” (Atos 16:25 RA) 

Assim, além de não depender do lugar e nem das circunstâncias, a adoração não depende de estímulo ou aprovação de terceiros, visto que vem de dentro de cada um e deve ser espontânea. 

“37 E, quando se aproximava da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos passou, jubilosa, a louvar a Deus em alta voz, por todos os milagres que tinham visto, 38 dizendo: Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores alturas! 39 Ora, alguns dos fariseus lhe disseram em meio à multidão: Mestre, repreende os teus discípulos! 40 Mas ele lhes respondeu: Asseguro-vos que, se eles se calarem, as próprias pedras clamarão.” (Lucas 19:37-40 RA) 

Ora, se a adoração não depende de estímulos externos, também não depende da unção que está em outras pessoas ou da ajudinha de um ministro de louvor que diz a hora que você tem que levantar as mãos, pular, dar um glória a Deus bem alto etc. 

Um verdadeiro adorador, a meu ver, não busca admiradores, reconhecimento ou recompensas pela adoração. Ele adora em todo o tempo porque suas atitudes, seu falar e sua vida glorificam a Deus. E nem por isso busca um lugar especial entre os homens. Aliás, nem mesmo aceita ser tratado com deferências: 

“25 Aconteceu que, indo Pedro a entrar, lhe saiu Cornélio ao encontro e, prostrando-se-lhe aos pés, o adorou. 26 Mas Pedro o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem.” (Atos 10:25-26 RA) 

Assim, considerando que a adoração não exige lugar especial, circunstâncias favoráveis, estímulos externos ou honras humanas, onde podemos adorar segundo esses conceitos bíblicos? No campo de trabalho, no dia-a-dia, testemunhando acerca do caminho, da verdade, da vida e da salvação que há em nosso salvador: 

“34 Disse-lhes Jesus: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. 35 Não dizeis vós que ainda há quatro meses até à ceifa? Eu, porém, vos digo: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a ceifa. 36 O ceifeiro recebe desde já a recompensa e entesoura o seu fruto para a vida eterna; e, dessarte, se alegram tanto o semeador como o ceifeiro.” (João 4:34-36 RA) 

Se somos adoradores durante momentos de cultos religiosos, sejamos também adoradores em casa, no trabalho, no trânsito, na faculdade etc. 

Por último, um conselho: não dependa de um culto para adorar a Deus. A Deus seja a glória!

Em 13 de maio de 2012

Pastor Sólon Lopes Pereira  

F­­AÇA PARTE DESTE PROJETO!

Se você se identifica conosco e gostaria de fazer parte deste projeto, contate-nos: 

 celeiros.df@gmail.com

ou pelo facebook nos seguintes endereços: 

 https://www.facebook.com/groups/celeiros/     -    https://www.facebook.com/groups/celeiros/.