Igreja cristã Celeiros
Voltar para a lista

Carta 006/2016 

Prezada irmã (...), que a paz do Senhor Jesus seja com toda a sua casa. 

Conversei sobre suas indagações com minha esposa, Roseli, e combinamos que lhe enviaremos um estudo que possa abranger todos os seus questionamentos. Veja, a seguir o que Roseli escreveu para você. 


Grande abraço, 

Pr. Sólon

Querida Irmã em Cristo (...). 

Fico feliz de saber que tem lido a Bíblia e se interessado por esse assunto. Hoje em dia, noto que é muito difícil ver cristãos lerem a Palavra de Deus. Parece-me que nossos irmãos contentam-se apenas com um conhecimento superficial.Como são várias e amplas as suas indagações, creio que por meio de uma carta não conseguirei esclarecê-las. 

Por isso, permita-me ajuda-la de um modo diferente. 

Inicialmente, noto que você não vê distinção entre a vinda de Jesus e o arrebatamento. Isso é bem natural, pois as igrejas, em geral, não tratam de questões ligadas à escatologia, e quando falam sobre o assunto normalmente fazem alguma confusão com os textos que falam da vinda de Jesus em glória com os que tratam do arrebatamento da igreja.Isso não é uma crítica, pois sabemos que o assunto é extenso, complexo e polêmico. 

Sobre Mateus 24, por exemplo, sei que você já nasceu no evangelho aprendendo que esse capítulo fala sobre o arrebatamento da igreja e, por certo, isso gera em você uma percepção difícil de ser alterada. Para que tudo fique mais claro, o passo inicial é conhecer um pouco do aspecto histórico da destruição do templo dos judeus ocorrido no ano 70 da nossa era. 

Quanto à parábola das dez virgens, o conflito entre o que você aprendeu e o propósito desse ensinamento é igualmente significativo, especialmente quando eu lhe disser que essa parábola não tem relação com arrebatamento.Sei exatamente o que se passa em sua mente nesta hora, uma vez que eu mesma, quando ouvi isso pela primeira vez, fiquei chocada e pensei: isso é um absurdo! Depois, é claro, fui investigar melhor os argumentos daqueles que contrariavam a minha visão das coisas e tufo ficou mais claro para mim. 

Para você entender o que se passou comigo, vou contar um pouco da minha história. Conheci o Senhor em 1985, por meio do meu irmão e minha cunhada. Comecei a ler a Bíblia rapidamente. Quis entender o Livro de Apocalipse. Mas depois me casei, vieram os filhos e somente a partir do ano 2000 voltei a me dedicar ao assunto, exatamente na época em que fui levantada para dar aula para jovens. 

Fui juntando muito material em minhas pesquisas e fiz muitas anotações sobre o conhecimento que eu reunia de livros e Bíblias em várias versões. Juntava recortes de jornais e de revistas como a VEJA. Eu já conhecia a “Chamada da Meia Noite”, pois meu irmão, que é pastor e professor de história, assinava essa revista juntamente com “Notícias de Israel”. 

Assim, desde o início eu aprendia com ele e passei a assinar essas duas revistas também. Se você não conhece, sugiro que dê uma olhada, pois se trata de um material excelente e de excelente referência, além de ser bem acessível. O trabalho foi iniciado pelo saudoso Missionário alemão Wim Malgo, em 1968. Ele conseguiu influenciar o mundo cristão nessa época, falando sobre arrebatamento e os tempos finais. Por certo, a própria Igreja Cristã Maranata, fundada em 1968, também aproveitou de boa parte dos estudos realizados por Wim Malgo, uma vez que há muitas coincidências sobre o que ambos ensinam. 

Bom, como resultado de minhas pesquisas, elaborei uma apostila sobre o assunto, hoje já digitalizada e dividida em 12 aulas. Procurei fazer tudo de modo simples e didático, pois sempre ministrei sobre o assunto nas igrejas por onde passei. Nesse tempo, notei que as igrejas não se interessam em trazer esses conhecimentos à membresia, salvo raras exceções. 

Para que você possa investigar melhor sobre essas questões, vou atualizar essa apostila e em breve enviarei para você. Preciso de um pouco de tempo, pois o conteúdo (156 páginas) está em forma de tópicos, uma vez que foi preparado para ser a base das minhas aulas. 

Assim que estiver pronta, o Pr. Sólon fará a revisão e mandará para você, ok? 

Querida (...), despeço-me com a Paz do Senhor Jesus e espero conhece-la pessoalmente. Percebo que você, além de inteligente, ama verdadeiramente a Palavra de Deus.“A Tua Palavra é muito pura, portanto o teu servo a ama” . Salmo 119:140 

Roseli. 

RESPOSTA, em 8 de novembro de 2016:

Querido Pr Sólon e irmã Roseli, a Paz do Senhor Jesus! 

Como é bom essa comunhão, essa interação e essa troca de conhecimento! Estou muito feliz por ter encontrado vocês! 

Irmã, muito obrigada pelo esclarecimento. Realmente são muitas as abordagens com relação ao arrebatamento e isso gera conflito de entendimento, não é mesmo? Mas creio firmemente que o Senhor se revela àqueles que buscam com fervor pela verdade bíblica. E creio também que estamos no objetivo comum dessa busca. Vou reler as passagens, sob nova ótica e aguardo o envio do seu estudo. 

Aproveito pra pedir que me ajudem em oração, pois estou visitando outras denominações junto com meu esposo, mas ele ainda está muito preso à ICM e teme não se adaptar em outro lugar. 

 Recebam meu abraço carinhoso. 

Que o Senhor os abençoe!! 

Até breve, se Deus assim permitir.