Igreja cristã Celeiros

“A igreja brasileira não têm o hábito de orar muito”, observa pastor da Coreia do Sul

O pastor coreano Seok-Jeon Yoon observou alguns hábitos da igreja brasileira em sua visita ao Brasil.

Muitos costumes da igreja brasileira foram observados pelo pastor coreano Seok-Jeon Yoon, que ficou impressionado com a falta de reverência de muitos cristãos no momento dos cultos. O vídeo de sua pregação na Igreja Batista do Bacacheri em Curitiba (PR) voltou a ser comentado nas redes sociais esta semana.

Seok-Jeon Yoon é pastor presidente da Yonsei Central Baptist Church, em Seul, com mais de 200 mil membros e mais de 10 mil células. Em sua visita no Brasil, em 2013, ele conta que se assustou com o comportamento dos evangélicos nas igrejas. “Me assustei muito, porque se os irmãos quiserem andar, eles andam. Se quiserem ir embora, eles vão embora no meio do culto”, observa.

“Eu estive na parte mais pobre da Índia. Eles gastam mais ou menos 5 horas no culto, mas ninguém se move. No Brasil, se passam 30 minutos de culto e as pessoas já começam a se mover. É impressionante. Eu acho que as pessoas não percebem que Deus está recebendo o nosso culto”.

O pastor também observou que a maioria das pessoas não são fiéis aos horários marcados. “Todos vem a hora que quiser. O que eu percebo no meio de tudo isso: será que o Deus dos brasileiros é diferente do Deus dos coreanos?”, questiona. “Ignorar a presença de Deus é um pecado muito grande, mas nós não temos a consciência do pecado porque não consideramos esse Deus”.

Leia mais

Manuscrito mais antigo do Evangelho de Marcos é descoberto 

O antigo fragmento do Evangelho de Marcos é datado do final do segundo século ao início do terceiro século d.C.

Um antigo fragmento do Evangelho de Marcos, datado do final do segundo século ao início do terceiro século d.C., se tornou oficialmente o registro mais antigo de Marcos já encontrado.

A Sociedade de Exploração do Egito, organização responsável por escavar nas áreas do Egito e do Sudão, fez o anúncio sobre o fragmento conhecido como “P. Oxy LXXXIII 5345” em seu site na última quinta-feira (24).

“Depois de uma comparação rigorosa com outros textos objetivamente datados, a caligrafia deste papiro é atribuída ao final do segundo século ao início do terceiro século d.C.”, disse a sociedade.

A sociedade acrescentou que “os dois lados do papiro preservam cada um dos vestígios de uma passagem” de Marcos. O fragmento foi encontrado por volta de 1903 junto com muitos outros documentos antigos, de acordo com a organização.

Leia mais

Movimento feminista está fortalecendo a bruxaria, diz pesquisador

Joe Carter afirma que muitas mulheres estão sendo influenciadas pela política feminista para participarem da Wicca.

Um número crescente de mulheres jovens, impulsionadas pela política feminista, estão sendo atraídas para uma nova onda de feitiçaria, de acordo com um relatório da NBC News. Para esclarecer o assunto, o autor e pesquisador Joe Carter alertou os cristãos sobre a prática satânica, que pode estar disfarçada de costumes aparentemente inofensivos.

Joe começa explicando que a feitiçaria refere-se à cosmovisão, “religião e práticas associadas ao uso de rituais que são acreditados para aproveitar e focar energias cósmicas ou psíquicas para trazer alguma mudança desejada”. Ele ainda diz: “A feitiçaria moderna é o maior e mais comum subconjunto do neopaganismo, um grupo diverso de movimentos religiosos que afirmam ser derivados de religiões pagãs históricas”.

“Dentro do movimento de avivamento de bruxaria, o maior subconjunto é a Wicca. O American Religious Identification Survey de 2008 estimou que nos Estados Unidos havia cerca de 600 mil neopagãos, com cerca de metade se identificando como wiccanos. Algumas estimativas concluem que em 2017 havia mais de 3 milhões de praticantes wiccanianos , ressalta o pesquisador.

Leia mais

Missionários lutam contra teologia da prosperidade para tratar crise de HIV na África

Jon Fielder abandonou uma carreira promissora nos EUA para servir como médico missionário na África.

Jon Fielder poderia ter tido um emprego em qualquer lugar. Ele se formou com honras na Baylor College of Medicine e fez residência medicina na Universidade Johns Hopkins, onde foi nomeado o melhor estagiário de sua turma. Fielder estaria "no topo de sua profissão nos Estados Unidos", disse Mark Gerson, seu colega de faculdade.

Mark estava fazendo exatamente isso. Ele é co-fundador de uma comunidade de aprendizagem de negócios entre profissionais de alto nível. Mas em vez de aceitar ofertas de emprego de hospitais e universidades, Fielder estava reservando sua passagem de avião para o Quênia. Após a formatura, ele foi servir como missionário onde não havia médicos suficiente, suprimentos ou financiamento.

Ele trabalha de 10 a 12 horas por dia, passa um ano longe de sua noiva e fica de plantão na unidade de terapia intensiva por dois anos seguidos sem uma pausa sequer. Ele trabalhou em uma farmácia que não mantinha inventário e iniciou um programa de combate ao HIV com funcionários que não eram treinados para esse tipo de atendimento.

Leia mais

Japão, 30 mil suicídios por ano: riqueza, tecnologia, mas… vazio na alma

Bispo do país atribui as causas à falta de sentido existencial, conectada à profunda carência de espiritualidade e religiosidade

Uma análise do período compreendido entre 1998 e 2010 apontou que mais de 30 mil pessoas se suicidaram no Japão em cada ano desse intervalo, taxa que, aproximadamente, continua se aplicando até o presente. Cerca de 20% dos suicídios se devem a motivos econômicos e 60% a motivos relacionados com a saúde física e a depressão, conforme recente pesquisa do governo.

O assunto é abordado pelo bispo japonês dom Isao Kikuchi em artigo divulgado pela agência AsiaNews. Ele observa que o drama se tornou mais visível a partir de 1998, “quando diversos bancos japoneses se declararam falidos, a economia do país entrou em recessão e o tradicional ‘sistema de emprego definitivo’ começou a colapsar”.

Durante os 12 anos seguintes, uma média superior a 30 mil pessoas por ano tirou a própria vida num país rico e avançado. O número, alarmante, é cinco vezes maior que o de mortes provocadas anualmente por acidentes nas rodovias.

Leia mais

O grande paradoxo: índice de suicídios é maior nos países considerados “mais felizes” 

Por que EUA, Canadá, Dinamarca, Islândia, Irlanda e Suíça estão entre os países com mais suicídios?

O suicídio é a primeira causa de morte não natural em vários dos países mais desenvolvidos do mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, são registradas por ano mais suicídios do que mortes por acidentes de trânsito.

O risco de suicídio no mundo é três vezes maior entre os homens do que entre as mulheres.

No tocante aos mais jovens, o suicídio é a segunda causa principal de morte no grupo de 15 a 29 anos de idade, segundo os dados do estudo “Prevenção do suicídio: um imperativo global”, divulgado em 2014 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Como cruciais para a prevenção, os especialistas ressaltam as redes familiares fortes e a capacidade de assimilar a frustração.

Mais suicídios nos países ditos “mais felizes”

Uma das questões que mais chamam a atenção em se tratando de suicídio é o paradoxo de que as maiores taxas de suicídio são registradas nos países considerados “mais felizes”.

Leia mais

Senadora Gleisi Hoffmann pede ajuda ao mundo árabe para libertar Lula da prisão 

Em um vídeo legendado para a TV Al Jazeera, a senadora petista exalta o apoio de Lula à Palestina e outros países árabes.

Na última terça-feira, a senadora Gleisi Hoffmann (PT - PR) publicou em sua página do Facebook, um vídeo ela afirma ter ido ao ar pela Al Jazeera, pedindo ajuda ao mundo árabe para libertar Lula da prisão.

Segundo a senadora petista, Lula atualmente é um “preso político” e durante o vídeo, ela exalta os feitos do ex-presidente em favor do mundo árabe.

"Lula é um grande amigo do mundo árabe. Ao longo da história, o Brasil recebeu milhões de árabes e palestinos. Mas Lula foi o único presidente que visitou o Oriente Médio”, destacou Gleisi, completando com a afirmação de que o ex-presidente “sempre defendeu a existência do Estado Palestino".

Gleisi também acusou a rede Globo de armar um complô contra Lula. A questão é que esta acusação causa estranheza, justamente pelo fato da emissora ter sido beneficiada com a ajuda do PT para pagar uma dívida bilionária em 2002 (primeiro mandato de Lula).

Leia mais

Cientista política critica evangélicas que são a favor do aborto: “É incompatível” 

Viviane Petinelli diz que o homem não tem o direito de tirar a vida, somente Deus.

A cientista política Viviane Petinelli disse que é incoerente uma mulher cristã apoiar uma causa como o aborto. Ela explica que a cosmovisão bíblica não se encaixa com as ideias progressistas que sustentam a prática de matar bebês ainda no ventre da mãe. Em entrevista ao programa Bate-Papo, ela explicou sua opinião.

“De Gênesis a Apocalipse, só há um, um único Deus que cria e tira a vida. O homem não é capaz de gerar a vida sozinho, não é capaz de montar o ser humano sozinho. O homem também não lhe foi dado o direito de tirar a vida. Não cabe ao ser humano tirar a vida de ninguém. Isso é um atributo de Deus”, explicou.

“Se nós olharmos os Dez Mandamentos, temos lá que um deles é ‘não matarás’. Independente da hipótese ou da situação, não nos cabe tirar uma vida. Esse grupo chamado ‘Mulheres pela legalização do aborto’ ou ‘Evangélicas pela legalização do aborto’ é de uma igreja no Rio de Janeiro. Na página dessa igreja eles explicam que adotam a interpretação da Bíblia que é progressista”, alerta a especialista.

Leia mais

China proíbe venda de Bíblias em livrarias online

A China impediu que a Bíblia Sagrada fosse vendida nas livrarias online e nas grandes lojas de livros do país.

Depois de anunciar oficialmente seu apoio à liberdade religiosa, a China impediu que a Bíblia Sagrada fosse vendida nas livrarias online e nas grandes lojas de livros do país.

Na segunda-feira (2), a China divulgou seu primeiro livro branco sobre liberdade religiosa em mais de duas décadas. No documento oficial, o governo prometeu proteger a liberdade religiosa, mas também pediu que as religiões se adaptassem ao socialismo.

Na prática, a liberdade religiosa ocorre de maneira diferente. As principais plataformas de e-commerce chinesas como Alibaba’s Taobao, JD.com e Amazon não vendem mais Bíblias. O mesmo acontece nas maiores livrarias de Pequim, de acordo com funcionários.

A remoção da Bíblia nas livrarias acontece em meio a tensões entre China e Roma, por causa de um acordo que daria ao Vaticano mais controle sobre a nomeação de bispos chineses.

Leia mais

Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel e ordena transferência de embaixada americana

Decisão é considerada polêmica, uma vez que os palestinos querem Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado. Israel considera Jerusalém sua capital eterna e indivisível.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (6) que reconhece Jerusalém como capital de Israel e que pediu ao Departamento de Estado que inicie o processo de transferir para lá a embaixada americana atualmente instalada em Tel Aviv.

O anúncio foi feito um dia após diversos apelos da comunidade internacional para que a decisão não fosse tomada. O reconhecimento da cidade como capital é considerado polêmico, uma vez que os palestinos querem Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação israelense sobre a cidade como um todo. Entenda.

"Meu anúncio marca o começo de uma nova abordagem no conflito entre Israel e palestinos", anunciou Trump no início de seu discurso feito na Casa Branca.

"Hoje finalmente reconhecemos o óbvio: que Jerusalém é a capital de Israel", disse Trump. "Isso é nada mais nada menos do que o reconhecimento da realidade. Também é a coisa certa a fazer. É algo que tem que ser feito".

Leia mais

Maioria dos jovens da Europa não seguem nenhuma religião, segundo pesquisa

Jovens europeus entre 16 e 29 anos, em sua maioria, não se identificam com nenhuma religião.

A maioria dos jovens europeus entre 16 e 29 anos de idade não se identificam com nenhuma religião, de acordo com uma pesquisa publicada nesta quarta-feira (21) pelo Centro Bento XVI para a Religião e Sociedade.

O número mais elevado de jovens afastados das religiões está em países como República Checa (91%), Estônia (80%) e Suécia (75%). Os países europeus com menos jovens afastados da religião são Polônia (27%), Lituânia (25%) e Áustria (37%).

O estudo também inclui Israel, que apresenta resultados singulares: apenas 1% dos jovens israelenses dizem não se identificar com uma religião.

Desenvolvido em parceria com a Universidade de St. Mary, no Reino Unido, e o Institut Catholique de Paris, na França, o levantamento recorreu aos dados do estudo European Social Survey, nas edições de 2014 e 2016, para analisar o comportamento dos jovens de 22 países europeus face à dimensão religiosa.

Leia mais

Líder ateu lamenta declínio do cristianismo na Europa: “É uma religião benigna” 

Richard Dawkins alertou os ateus a não celebrarem o declínio do cristianismo na Europa, evidenciado por uma pesquisa.

Diante dos índices que mostram o declínio do cristianismo na Europa, o biólogo evolucionista Richard Dawkins advertiu os ateus a não comemorarem a notícia.

“Antes de nos alegrarmos com a agonia da religião cristã, que é relativamente benigna, não devemos esquecer os versos ameaçadores de Hilaire Belloc: ‘Se mantenha sempre a espera da enfermeira, por medo de encontrar algo pior’”, disse ele na última quarta-feira (21) no Twitter.

Sua afirmação foi uma análise de uma recente pesquisa publicada pelo Centro Bento XVI para a Religião e Sociedade, que mostra que a maioria dos jovens europeus entre 16 e 29 anos não se identificam com nenhuma religião.

Leia mais

“Sem a parceria da minha esposa, meu ministério seria impossível”, diz Billy Graham 

Enquanto o mundo comemora o "Valentine's Day", o evangelista Billy Graham lembra princípios preciosos sobre o casamento.

Nesta quarta-feira (14) o mundo comemora o "Valentine's Day", data que celebra o que é conhecido no Brasil como Dia dos Namorados. Depois de passar 63 anos ao lado de sua esposa, o evangelista Billy Graham aprendeu princípios preciosos sobre o casamento que foram relembrados nesta data.

“Sem a parceria e incentivo de Ruth ao longo dos anos, meu próprio trabalho teria sido impossível", declarou Billy Graham sobre a esposa, que faleceu em junho de 2007. “Nós fomos chamados por Deus como uma equipe”.

Billy Graham e Ruth McCue Bell se casaram em 13 de agosto de 1943. Ela acompanhava o evangelista sempre que podia em muitas ocasiões — desde eventos com líderes importantes até trabalhos de apoio a vítimas de desastres naturais — mas na maioria das vezes tinha que ficar em casa para cuidar da família.

“Eu não posso acompanhar o homem. De fato, me levar para uma Cruzada Evangelística é como um general levar sua esposa para lutar com ele. Nossos momentos mais felizes juntos são em casa ou nas férias”, disse Ruth Graham há alguns anos.

Leia mais

Arqueólogos encontram piscina onde eunuco etíope foi batizado por Filipe

Ein Hanya foi considerado o local onde o eunuco etíope foi batizado pelo evangelista Filipe, conforme é descrito em Atos 8:26-40.

Arqueólogos desenterraram uma piscina antiga perto de Jerusalém, onde o evangelista Filipe teria batizado o eunuco etíope. A descoberta faz parte de um parque natural que foi inaugurado na última quarta-feira (31) após cinco anos de escavações em Ein Hanya, nas montanhas da Judeia.

Além da piscina antiga, a Autoridade de Antiguidades de Israel revelou outras importantes descobertas bíblicas, como o capitel (extremidade superior de uma coluna) típico das estruturas reais da era do Primeiro Templo e uma das moedas mais antigas já descoberta em Jerusalém.

O achado mais significativo foi o grande sistema de piscinas da Era Bizantina encontrado no local. “Esta piscina foi construída no centro de um complexo espaçoso aos pés de uma igreja que ficava aqui. Colunatas cobertas foram construídas ao redor da piscina para dar acesso às asas residenciais”, disse a diretora da escavação, Irina Zilberbod.

Leia mais

Crianças são ensinadas a odiar cristãos, nas escolas da Arábia Saudita 

O material usado nas escolas estão repletos de “linguagem de ódio” em relação aos cristãos.

Livros didáticos estão sendo usados para doutrinar crianças a serem hostis aos cristãos, na Arábia Saudita. As informações são de um relatório do Observatório dos Direitos Humanos, uma organização internacional não-governamental que defende e realiza pesquisas sobre os direitos humanos. O documento diz que o material usado nas escolas do país estão repletos de “linguagem de ódio” em relação as pessoas da fé cristã e de outras que não sejam o islamismo.

Na lista de religiões atingidas pelo conteúdo nocivo dos livros estão inclusos os cristãos e também os judeus. Para exemplificar, um livro didático do quinto ano declara que “é dever de todo muçulmano excomungar os ‘kifars’”, que significa descrentes. O material ordena: “Aquele que não excomungá-los ou duvidar da infidelidade religiosa deles pode se considerar também um descrente”.

Já em outro capítulo há o direcionamento aos alunos muçulmanos que eles devem “reservar lealdade a Deus, ao profeta e aos outros crentes, e mostrar hostilidade aos descrentes”.

Leia mais

China irá proibir cristãos de se reunirem para estudos bíblicos nas igrejas e casas 

Uma nova legislação que deve entrar em vigor no começo de 2018 irá impor restrições ainda maiores sobre os cristãos na China.

O Partido Comunista da China colocou novas restrições sobre reuniões religiosas, debates sobre assuntos religiosos e o financiamento de grupos religiosos em um esforço para "combater o extremismo e restringir a fé praticada fora das organizações aprovadas pelo Estado".

A Reuters informou que a nova legislação, que entrará em vigor no dia 2 de fevereiro de 2018, também aumentarão as restrições existentes sobre os grupos religiosos não registrados - como as igrejas domésticas - para incluir proibições explícitas sobre o ensino religioso ou viagens para o exterior para participar de treinamentos, encontros ou programas missionários.

Além disso, o estado terá maior influência sobre a educação religiosa, com disposições explícitas sobre o estabelecimento e registro de faculdades confessionais (que assumam qualquer tipo de fé como base de conduta).

O documento, aprovado pelo primeiro-ministro Li Keqiang, na última quinta-feira (7), atualiza uma versão das regras implementadas em 2005 para permitir uma maior regulação da religião e refletir melhor as mudanças "profundas" na China e no mundo.

Leia mais

Pastor é denunciado ao Ministério Público após batizar indígenas, no Mato Grosso 

O pastor Isac Santos batizou 38 índios xavantes ao final de agosto e está sendo acusado por ativistas de 'genocídio cultural'.

Um pastor de Goiânia foi denunciado ao Ministério Público Federal, após fazer algo que é considerado muito comum a evangelistas e missionários: batizar um grupo de indígenas xavantes no estado do Mato Grosso.

A denúncia foi feita pela pedagoga Juliani Caldeira, que protocolou uma representação no MPF no dia 28 de agosto, após ver imagens do batismo, que ocorreu na terra indígena de Areões (MT), divulgadas pelo pastor em seu perfil das redes sociais. O procedimento ainda não está tramitando.

Em sua denúncia, Caldeira questionou a presença da vereadora Aninha Araújo e dos missionários na aldeia, solicitando que o caso seja investigado.

"Sendo o Estado Laico e sendo a vereadora representante do povo no seu mandato, teria ela o consentimento para entrar em aldeias, levando a sua cultura para um grupo que já possui a sua própria?", questionou Juliani, em parte do documento protocolado no Ministério Público.

Leia mais

Judeus são impedidos de fazer 'casamento judaico' por crerem em Jesus 

O tribunal rabínico decidiu que os israelenses só poderiam se casar numa cerimônia judaica se desistissem das crenças cristãs.

Um casal de judeus messiânicos não pôde se casar numa cerimônia judaica por serem seguidores de Jesus Cristo, segundo uma decisão da corte rabínica de Israel.

Judeus desde o nascimento, o casal israelense foi encaminhado para o Tribunal Rabínico de Tel Aviv, onde disseram que “acreditam que Jesus é Deus, que acreditam que no Novo Testamento, que foram batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e que acreditam na Santíssima Trindade”.

Eles fazem parte da comunidade messiânica Tiferet Yeshua, em Tel Aviv e afirmaram que esperam o povo judeu aceitar o Evangelho de Cristo.

Diante das declarações, o tribunal rabínico decidiu que o casal só poderia se casar numa cerimônia judaica se declararem “que tenham desistido completamente suas crenças cristãs e pertencerem à comunidade messiânica”.

Leia mais

Evangélicos e católicos estão cada vez mais parecidos, segundo pesquisa 

Após 500 anos da Reforma Protestante, evangélicos e católicos acreditam ter mais semelhanças teológicas.

Após 500 anos da Reforma Protestante, evangélicos e católicos acreditam ter mais semelhanças teológicas do que diferenças, de acordo com uma pesquisa publicada pelo instituto Pew Research Center na última semana.

"As diferenças teológicas que dividiram o cristianismo nos últimos 1500 anos diminuíram até um ponto que poderia se chocar com os cristãos dos séculos passados", segundo o relatório do estudo que analisou países da Europa Ocidental.

O movimento da Reforma Protestante foi iniciado por Martinho Lutero no século XVI, que pregou 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, em 31 de outubro de 1517. O documento desafiava diversos pontos da doutrina da Igreja Católica Romana, propondo uma reforma no catolicismo romano.

No entanto, católicos e protestantes têm se aproximado aos poucos nas últimas décadas, principalmente após o pontificado do Papa Francisco.

Leia mais

Ateus se unem para impedir que senador cristão cite a Bíblia 

Uma organização ateísta está exigindo que o senador norte-americano Marco Rubio pare de postar versículos bíblicos no Twitter.

Não é nenhum segredo que o senador norte-americano Marco Rubio (R-FL) tem usado sua conta pessoal do Twitter para compartilhar alguns versículos da Bíblia, mas agora um grupo ateu está exigindo que o representante republicano imediatamente deixe de compartilhar sua fé cristã na plataforma de mídia social.

A fundação ateísta 'Freedom From Religion' (FFRF) enviou na última terça-feira (22), uma carta ao escritório de Rubio, alertando o senador que ele estaria "cometendo violação constitucional por meio de sua conta no Twitter".

O grupo ativista também chegou a distorcer a passagem bíblica de Mateus 6:5-6, na tentativa de envergonhar o senador cristão.

"Se a lei e o seu juramento de defender a Constituição não são suficientes para convencê-lo a parar, talvez você considere o que está na passagem de Mateus 6:5-6, na qual Jesus condena a oração pública como hipocrisia no Sermão do Monte", diz parte da carta.

Leia mais
Carregar mais