Igreja cristã Celeiros
Voltar para a lista

Cientistas encontram ‘prova’ da existência de Deus em portal descoberto no universo 

Um portal quântico que conecta o nosso universo a um universo paralelo pode ajudar estudiosos a compreenderem os primeiros momentos da criação.

Uma equipe de físicos quânticos acredita ter encontrado uma parcial prova da existência de Deus após a descoberta de um portal quântico que conecta o nosso universo a um universo paralelo, caracterizado por ser escuro e separado.

Os estudiosos acreditam que nos primeiros dias de existência do universo, partículas visíveis foram formadas juntamente com partículas ocultas e escuras que, embora sejam completamente inobserváveis, elas existiriam para tornar possível a expansão do universo.

Embora as partículas escuras estejam além dos limites da observação científica, seus efeitos no universo são enormes. Os físicos acreditam que aproximadamente 68% do universo é formado por essa energia escura, com uma matéria escura que representa cerca de 27% do espaço. A parte observável com o apoio de instrumentos artificiais soma menos de 5% do universo.


Cientistas quânticos teorizam que a matéria escura e a energia escura existem em um universo paralelo, embora não seja simétrico. Este universo escuro e separado está conectado ao nosso através de portais quânticos.

Pesquisadores do Centro de Física Teórica do Universo afirmam ter descoberto um desses portais através de uma partícula subatômica chamada “heavy quark”, ou seja, uma partícula elementar que constitui a matéria. Acredita-se que os heavy quarks ​​têm uma "carga escura" que lhes permite atuar como uma ponte entre os dois universos. Porém, como os cientistas são incapazes de observar a energia escura, não se sabe mais sobre o universo paralelo — apenas sua existência.

Segundo o Dr. Gerald Schroeder, um estudioso da Torá (Lei de Moisés) e PHD em física pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, essa descoberta revela um aspecto natural de Deus.

"A física quântica constatou que o universo pôde ser criado a partir do nada, desde que tenha sido através das forças da natureza", disse Schroeder, ressaltando que esse entendimento físico tem o suporte da criação bíblica. "As leis da natureza não são físicas, elas agem sobre o físico. Elas antecedem o universo".

Schroeder observa que nos Salmos 90:2 está uma definição bíblica que pode comprovar seu argumento: “Antes de nascerem os montes e de criares a terra e o mundo, de eternidade a eternidade tu és Deus”.

"A ciência descobriu o aspecto natural de Deus descrito em Gênesis. A única coisa crucial que precisamos acrescentar é que aquilo que criou o universo ainda está ativo no universo", ele ressalta.

De fato, a descoberta é prova de que os sentidos humanos são incapazes de acessar tudo o que existe no mundo — alguns aspectos da existência são incognoscíveis e, portanto, divinos.

"A matéria escura é prova de que existem dimensões com as quais interagimos, mas não conseguimos sentir. Estas forças, que são escuras para a ciência, são uma parte do universo criativo. Isso trouxe à ciência a uma definição parcial de Deus".

Em 29 de março de 2017

Fonte: guiame

Заголовок

Вы можете выбрать стиль текста, его начертание и цвет

Igreja Cristã Celeiros@todos os direitos reservados 

Igreja Cristã Celeiros@todos os direitos reservados