Igreja cristã Celeiros
Voltar para a lista

Austrália: Igreja Católica teve quase 4,5 mil casos de pedofilia denunciados 

Quase 4,5 mil pessoas denunciaram abusos sexuais a menores realizados por membros da Igreja Católica na Austrália entre 1980 e 2015, segundo um relatório apresentado nesta segunda-feira (6) no início de um novo rodízio de audiências da comissão que investiga estes crimes.

A comissão encarregada de investigar a resposta oficial aos abusos sexuais de menores na Austrália desde 1950 tomará declaração de praticamente a totalidade dos bispos do país em uma série de vistas públicas que durarão até o dia 27 de fevereiro.

No primeiro dia, a advogada conselheira da comissão, Gail Furness, disse que foram recolhidas um total de 4.444 denúncias e que estas apontam para centenas de religiosos, 93 deles em altos cargos da Igreja, e afetam mais de mil instituições.


Os dados indicam que 78% dos denunciantes foram homens e 22% mulheres. Também revelaram que a idade média das vítimas foi de 11 anos no caso de crianças e de 10 no caso de meninas, e que demoraram uma média de 33 anos em apresentar as denúncias depois que foram cometidos os supostos abusos.

“Das 1.880 pessoas identificadas como supostos abusadores, 597 eram irmãos religiosos, 572 eram sacerdotes, 543 eram laicos e 96 eram irmãs religiosas”, disse Furness.

Os dados sugerem, além disso, que entre 1950 e 2010 mais de 20% dos Irmãos Maristas, os Salesianos de Dom Bosco e os Irmãos Cristãos foram acusados de abusos sexuais, enquanto na ordem de São João de Deus a proporção sobe para 40,4%.

Em 6 de fevereiro de 2017

Fonte: verdadegospel

Заголовок

Вы можете выбрать стиль текста, его начертание и цвет

Igreja Cristã Celeiros@todos os direitos reservados 

Igreja Cristã Celeiros@todos os direitos reservados