Igreja cristã Celeiros
Voltar para a lista

Manuscrito mais antigo do Evangelho de Marcos é descoberto 

O antigo fragmento do Evangelho de Marcos é datado do final do segundo século ao início do terceiro século d.C.

Um antigo fragmento do Evangelho de Marcos, datado do final do segundo século ao início do terceiro século d.C., se tornou oficialmente o registro mais antigo de Marcos já encontrado.

A Sociedade de Exploração do Egito, organização responsável por escavar nas áreas do Egito e do Sudão, fez o anúncio sobre o fragmento conhecido como “P. Oxy LXXXIII 5345” em seu site na última quinta-feira (24).

“Depois de uma comparação rigorosa com outros textos objetivamente datados, a caligrafia deste papiro é atribuída ao final do segundo século ao início do terceiro século d.C.”, disse a sociedade.

A sociedade acrescentou que “os dois lados do papiro preservam cada um dos vestígios de uma passagem” de Marcos. O fragmento foi encontrado por volta de 1903 junto com muitos outros documentos antigos, de acordo com a organização.


Este é o mesmo fragmento que desencadeou um debate em 2012, quando vazou a notícia de que o documento poderia datar o primeiro século, o transformando no registro mais antigo do Novo Testamento e sendo colocado dentro do tempo de vida de alguns dos personagens bíblicos.

Ainda assim, especialistas acreditam que a datação que abrange até o final dos anos 100 ou início dos anos 200 é muito significativa.

“O famoso antigo fragmento do Evangelho de Marcos foi finalmente publicado como P.Oxy. 5345 pela Sociedade de Exploração do Egito, que data o final do segundo ou início do terceiro século. Se assim for, então é o manuscrito mais antigo de Marcos até agora identificado e publicado”, disse no Twitter Craig Evans, professor de Origens Cristãs na Universidade Batista de Houston.

Peter Gurry, professor assistente do Phoenix Seminary, concordou. “Não é primeiro século depois de tudo. Ainda assim, é a primeira cópia datada do Evangelho de Marcos, o que é emocionante”, ele escreveu no Twitter.

Em 30 de maio de 2018

Fonte: guiame